Dicas de NY - Parte 3

Olá pessoal, continuando com a série de posts sobre NY, nessa parte 3 falo dos passeios. Sim, porque ir para lá e não aproveitar os locais e eventos culturais, pelo menos para mim, é desperdício. Tem para todos os gostos, então aproveite e faça seu roteiro tentando aproveitar ao máximo. Para quem ainda não conferiu a parte 1 (aqui) e a 2 (aqui).

Como as atrações são inúmeras, vou falar aqui somente daquelas que eu fui. Até para deixar registrada a minha opinião.

Passeios:

1. Empire State
2. Rockfeller Center/ Top of the Rock
3. Central Park
4. Estátua da Liberdade e Ellis Island
5. Times Square
6. Lincoln Center/ Dizzy’s Club Coca Cola
7. Biblioteca Pública
8. MET
9. Museu de História Natural
10. Broadway
11. SoHo
12. Madison Square Garden
13. Yankee Stadium
14. Financial District, Touro e Wall Street
15. Brooklyn Bridge
16. 5thAve
17. ÁrvoredeNataldo Rockfeller
18. Greenwich Village
19. CatedraldeSt. Patrick

1. Empire State: linda vista, se conseguir o pôr do sol, é mais bonito ainda. Compramos os ingressos antes de viajar aqui no Brasil mesmo, pela Internet. Optamos por não comprar CityPass, pois ele só dava direito ao andar mais baixo. Comprando você mesmo, dá para comprar para o último andar e acaba ficando mais barato. Comprei aqui que é o site próprio. Lá de cima você tem uma vista linda da cidade. Tentamos pegar o pôr do sol, mas a fila demorou e quando chegamos tinha acabado de escurecer.

2. Rockfeller Center / NBC Studios: acabamos comprando o ingresso por lá, não pegamos fila, só uma pequena para subir, mas foi tranqüilo. A vista é bem bonita, fomos antes de escurecer, as fotos ficaram lindas!

Há o tour NBC Studios, você conhece partes dos programas, séries e etc, mas não o fizemos. Fomos só na loja que tem embaixo do prédio, que vende vários produtos dos programas do canal, vale a pena principalmente para quem ama Friends.

3. Central Park: um dos locais que achei mais lindo. Não conseguimos andar o parque todo, fiquei cansada e estava muito frio. Conseguimos pegar um mapa grátis numa parte do parque que tem uma lojinha e informações para turistas. Até achei que era pago, porque lá vende várias outras coisas, mas esse mapa era de graça.

Com o mapa em mãos, tente traçar o que você gostaria de ver. Eu, por exemplo, queria ver a pista de patinação no gelo, o carrossel e o parque em si. Infelizmente o carrossel estava fechado (inverno), a pista de patinação é bem linda, mas não andei porque estava muito frio e a caminhada pelo parque é uma delícia.

Fomos ao parque em dois dias, no primeiro, apesar do frio, não estava nevando, então conseguimos aproveitar bem, caminhamos bastante, tiramos fotos lindas, fizemos algumas mini trilhas, se é que posso chamar assim, é que há diversos caminhos para você passear (acho que o Central Park dava um post a parte).


Na segunda vez, saímos do metrô para irmos à Apple Store e quando olhamos para trás, lá estava ele, o Central Park todo branquinho, muita neve. Sabe aquelas imagens que você vê na internet e só imagina, então foi isso, meio cartão postal. Belíssima! Não resisti e tive que entrar e caminhar mais um pouco. Ver só mais um pouquinho daquela beleza! O parque é muito bem cuidado e as crianças se divertem (acho que não sentem frio rs).

Por todo o parque você vai ver carrocinhas vendendo nozes, vi mais da nuts4nuts, não lembro de ter visto outra. Além disso, tem uns quiosques, passamos perto de um que de longe sentíamos o cheiro de chocolate quente. Surreal, fui me guiando pelo cheiro e acabamos chegando, mas já tinha acabado o chocolate (buáá). Mas já sabe, se sentir o cheiro do chocolate corre e tenta provar (e depois conta para mim se é bom rs) .

Ah, você também vai ver, não só no central park, mas em vários parques da cidade, esquilinhos.  Eles parecem tão fofinhos e lindos, mas li que é preciso ter cuidado, porque eles não são essa fofurice toda e estão atrás de comida! rs

Bom na minha opinião, o central park é  um dos passeios imperdíveis da cidade, e é de graça, não deixe de ir.

4. Estátua da Liberdade e Ellis Island: também compramos os tickets na internet aqui no Brasil (State Cruises). Optamos pelo passeio para descer na Estátua e depois ir à Ellis island. Foi muito bom porque evitamos a fila para comprar. A estátua fica em uma ilha que é bem bonita, para fotos e o passeio em si. Há um museu com um pouco de história da estátua. Já a Ellis Island, ilha onde os imigrantes passavam e eram avaliados antes de entrarem nos EUA, tinha estrutura para fazer avaliações médicas e etc... Há um muro com os nomes de vários imigrantes. Se você já viu o filme "Hitch, o conselheiro amoroso", você deve se lembrar da ilha em que o Hitch leva a personagem da Eva Mendes para ver o nome do avô dela (eu acho) escrito.

Sei que há uma opção que é de graça, mas você só passa perto da ilha da estátua e não desce lá. Na verdade é o serviço de uma barca para transportar moradores da Staten island para Manhattan, mas todos podem ir. Nesse eu não fui porque queria descer na ilha e conhecer a Ellis island também. Mas achei no Viaje na viagem, nesse link aqui com dicas de quem já foi e ainda outras dicas de passeios de barco bem interessantes.



Ao comprarmos os tickets, optamos pelo que saía de New York (Battery park) e com acesso à coroa (Crown ticket), reservamos a primeira saída (8:30hs da manhã). Fomos durante a semana e queríamos aproveitar outros passeios depois.  Isso foi a melhor escolha que fizemos, pois chegamos e a Estátua ainda estava vazia, perfeito.

Quando estávamos saindo, começou a lotar. E mais importante, o céu estava azul e lindo. Quando fomos para a Ellis island, o tempo começou a fechar e ficar muito frio, resolvemos voltar, mas já tínhamos visto a exposição e conhecido a ilha.


Atenção: você tem duas opções para o passeio, uma é a partir da saída de New Jersey e a outra de NY. Na de New Jersey você passa primeiro pela Ellis island e depois vai para a estátua, e na de NY é o contrário. Vale a pena você pesar o que quer ver mais, eu optei saindo de NY e foi ótimo, porque consegui pegar o tempo ótimo na Estátua, assim que cheguei na Ellis island ele já estava fechando.

Outro ponto, é que você não precisa pegar o barco que te deixou lá, ou seja, você pode pegar o que vai sair em outro horário e vai para o seu destino, lógico. Por exemplo, o que te deixou lá, vai sair em 30 minutos. Isso não quer dizer que você tem que correr para pegá-lo, você pode pegar o que vai sair depois. Só devemos ter atenção para saber se ele vai para o nosso destino.
  
5. Times Square: conhecida pelos letreiros enormes e brilhantes. Boa para conhecer, programa turistão rs. Tem restaurantes e muita badalação, acho que é o ponto mais turista, e mesmo de noite, fica claro por conta da iluminação dos letreiros.



Nela fica localizada a TKTS onde bilhetes para espetáculos Broadway são vendidos com preços mais baratos. Normalmente fica uma fila, os ingressos são aqueles que sobram, e por conta disso, pode ser que o lugar que você consiga não seja dos mais tops. Eles são disponibilizados diariamente.

Por ali estão também as lojas da M&M’s, Toys R Us, os teatros da broadway e alguns restaurantes famosinhos. As lojas ficam abertas até tarde.

Você também vai encontrar várias pessoas vestidas de personagens, elas ficam falando sem parar com você para tirar fotos, mas cobram por isso. Tem também pessoas oferecendo táxi e outras coisas. Eles sabem muito bem que você é brasileiro rs.

6. Lincoln Center/ Dizzy’s Club Coca Cola: como já havia falado no post sobre restaurantes (aqui), o Lincoln Center é um complexo de artes. É lindo demais, e só a visita já vale. O Dizzy’s Club Coca colahttp://www.jazz.org/dizzys/ faz parte do complexo, só que fica em um shopping perto. Lá é preciso reservar, dependendo do show. É um pequeno bar com shows de jazz, tem algumas opções de comida e bebida, não muitas, o foco é mesmo o show. A agenda fica disponível no próprio site.



Quando estiver lá, não deixe de tirar foto na parede que fica atrás do palco. É uma parede toda de vidro, que além da vista maravilhosa da cidade, tem uma iluminação que deixa o ambiente mais bonito.

7. Biblioteca pública: parece um museu, muito bem conservada, mas não deixa de ser uma biblioteca. Você encontra exemplares de livros históricos, e uma decoração conservadora.



Em certas partes não se pode falar, nem tirar fotos, pois há pessoas lendo e estudando. A parte infantil é muito legal, quando fui tinha uma exposição de incentivo a leitura infantil, gostei bastante!

8. MET: o Metropolitan Museum, ou MET, é um museu enorme. Além das obras de arte, há bares e lanchonetes. Almoçamos numa lanchonete com uma vista linda, as opções de comida não eram muito convidativas, mas serviu para um lanche rápido. Em relação ao ingresso para entrar, não pagamos o preço sugerido, e ninguém reclamou. Eles sugerem o preço, mas você pode dizer quanto quer pagar. Pagamos um valor intermediário ao que eles sugeriam.



9. Museu de História Natural: esse tem que pagar o preço estipulado. Pagamos pelo ingresso que dava direito ao planetário com exibição do filme sobre a criação do mundo. Vale a pena, é bem interessante. A parte do aquário também é bem legal, é tudo bem grande e com uma variedade de coisas interessantíssimas.  Pelo museu você encontra umas câmeras que você pode enviar um vídeo por e-mail para quem você quiser! Muito legal!



Você faz uma caminhada por várias partes da história e da evolução dos animais na Terra.

10. Broadway: teatros com peças famosas e mega produções. São peças clássicas. Fui ao Fantasma da Ópera, foi espetacular! Compramos na internet, para já irmos garantido. Sinceramente, nunca vi uma produção daquele jeito. Não vou contar os detalhes para não estragar. Vale cada centavo investido!



11. Soho: bairro estiloso, e bem cool. Caminhamos bastante, entramos em algumas lojas. Você vai encontrar lojas bem chiques e muitas galerias de arte, para quem gosta é um prato cheio.   

12. Madison Square Garden: famoso estádio, tanto de jogos de basquete, quanto de shows. Fomos ver o jogo de basquete dos Knicks (também compramos pela internet antes de ir). O evento é um espetáculo a parte, com animação, dj e interação. Muito divertido! O tempo passa bem rápido e até eu que não ligo para esportes, gostei.



13. Yankes Stadium: o bairro onde fica o estádio não parece muito amistoso. Estava um frio de rachar, então passamos em frente, entramos na loja, tiramos fotos e olhamos pelas brechas dos portões. Achamos o passeio no estádio caro, e optamos por não ir.



14. Financial District, Touro e Wallstreet: bom para dizer que foi, passar e tirar foto, nada demais! No touro fica uma fila de turistas, tem que ficar esperta, ir para a frente e tirar a foto! Como todo centro, você vê pessoas bem agitadas e com pressa.



15. Brooklyn Bridge: Passeio muito diferente, apesar do frio conseguimos ir andando. A caminhada é bem relaxante. E a ponte ainda possui cadeados presos por casais, o que a deixa com uma decoração singular. Dá  para tirar fotos lindas e a caminhada é bem agradável.



16. 5th Ave: Rua famosa, com lojas luxuosas (nesse site aqui você encontra as lojas com endereço), vale o passeio e tirar fotos. Em dezembro, elas ficam decoradas para o Natal, é lindo demais!



17. Árvore de Natal Rockfeller: se for na época de Natal (dezembro) vale a visita, pois ela é linda. O problema é que no final de semana parece que é o evento da cidade, fica insuportável e lotada. É melhor ir durante a semana, na parte da noite para ver tudo iluminado. Tem a pista de patinação no gelo, mas o frio estava muito grande e não quis me arriscar rs. Ah, a fila também não é convidativa!



18. Greenwich Village: bairro com bastante estudante, onde fica a Universidade de Nova Iorque. Muito famoso também, pois foi utilizado nas gravações de Friends.

19. Catedral de St. Patrick: igreja católica, com determinados horários de missa. Estava em reforma, mas conseguimos assistir a missa. Mesmo em obras, deu para perceber o quanto era imponente. Vale a visita.



Como eu disse, esses são apenas locais que eu conheci. A cidade tem muito, mas muito mais coisas para fazer e conhecer. Para ser sincera eu me surpreendi e gostei bastante. Pretendo voltar e conhecer o que não deu para conhecer!
Postar um comentário